Imagem: Reprodução / NZ Brasil

Que o mundo está em crise, você já sabe, porém com a recente notícia do fechamento de fronteiras da Nova Zelândia (em 20/03/2020), muitos brasileiros que estão no país estão sem saber o que fazer ou o que esperar para as próximas semanas. Tudo isso com a ansiedade já causada pela pandemia do coronavírus, que vem impactando a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo.

Vamos discutir nesse post a atual situação da pandemia na Nova Zelândia, as medidas que o governo tem tomado até o momento e o que esperar para as próximas semanas para os que estão no país.

Os números

Ao momento que escrevo este post, a Nova Zelândia possui 39 casos confirmados de COVID-19, dos quais ainda não houveram fatalidades, 1 pessoa se encontra hospitalizada, e ao que parece, todos os 39 casos precedem de pessoas que chegaram à Nova Zelândia de outros países, nas últimas semanas.

Ainda não há nenhum caso de contaminação comunitária e o Ministério da Saúde anunciou que espera a detecção de novos casos a medida que mais pessoas forem testadas e a doença continue a se espalhar pelo país.

Nos últimos dias o governo anunciou um pacote de $12.1 bilhões de dólares para o auxílio e suporte das empresas e indivíduos afetados pelo coronavírus e um resgate de $900 milhões de dólares para a Air New Zealand, que está passando por um momento extremamente delicado financeiramente, tendo recentemente anunciado o corte de 1/3 de seus funcionários (cerca de 3,750 pessoas).

O que o governo tem feito

O governo tem adotado medidas de impacto crescente em relação às fronteiras do país: começando com o fechamento de fronteira à todos que transitaram ou estiveram em solo chinês ou iraniano nos 14 dias imediatamente anteriores à chegada na Nova Zelândia, avançando para o auto-isolamento compulsório por 14 dias à todos os que entrassem no país e recentemente fecharam completamente as fronteiras para todos que não sejam residentes ou cidadãos neozelandeses.

Várias campanhas de conscientização foram implementadas no país em uma tentativa de diminuir a velocidade de propagação do vírus.

Até o momento não há nenhuma indicação oficial de que o governo irá implementar um lock-down nos mesmos moldes do que vem acontecendo na Europa. Escolas continuarão abertas até que seja constatado o início do processo de contaminação comunitária dentro do país e por enquanto a única medida restritiva para quem vive no país é a proibição da aglomeração de mais de 100 pessoas em um mesmo espaço físico, e o governo tem recomendado o cancelamento de quaisquer compromissos, eventos ou viajens desnecessárias.

O governo também vem instruindo às empresas e cidadãos que se preparem para trabalhar de casa em caso de a situação piorar muito.

Comércios, lojas e escritórios continuam abertos em todo o país, com exceção de algumas livrarias, galerias e outros espaços de aglomeração pública.

No momento também está sob análise do governo e da imigração a situação dos visitantes, estudantes e outros portadores de vistos temporários que estão no país e não podem voltar para casa. Até o presente momento não houve manifestação oficial sobre o assunto.

O que esperar para as próximas semanas?

As expectativas para as próximas semanas dependerão diretamente do nível de sucesso do governo e das medidas implementadas para a contenção do vírus. Se a situação se estabilizar, podemos esperar que as medidas restritivas e recomendações continuem as mesmas, porém, se a situação se agravar, podemos esperar maiores restrições de mobilidade e até um eventual isolamento compulsório (lock-down).

No momento nada indica que a situação vá melhorar dentro das próximas semanas, uma vez que em comparação com a cronologia de propagação do vírus em outros países, a Nova Zelândia ainda está no começo do ciclo, indicando que o horizonte mais próximo para começarmos a receber boas notícias está ao menos a alguns meses de distância.

Sobre o blog e o que vamos fazer para manter você informado

Temos uma equipe pequena e em grande parte de voluntários que pesquisam, escrevem e entregam toda essa informação de forma gratuita para você, e isso faz com que seja desafiador trabalhar com uma situação tão dinâmica quanto essa pandemia que estamos vivendo, com informações novas sendo publicadas a cada minuto. Porém, sabemos que toda essa situação pode ocasionar muita ansiedade e desespero de pais, parentes e amigos de pessoas que estão aqui na Nova Zelândia em meio a essa crise, e por isso, estamos comprometidos a manter você o mais informado possível. Estivemos e ainda estamos trabalhando duro por aqui e tentaremos trazer diariamente novas informações sobre o desenvolvimento da situação do coronavírus na Nova Zelândia. Acompanhe o blog para manter-se informado.

Quer mais conteúdo? Inscreva-se gratuitamente.

Junte-se à nós no Whatsapp.

Junte-se à nós no Facebook.

Seja um assinante premium.

Este post foi patrocinado por:

Posts Recentes

COVID-19 e a Nova Zelândia
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseSpanish