Diga olá para o seu novo lar...

Casa, flat, studio, o que escolher afinal?

Como no Brasil, ao chegar na Nova Zelândia você terá várias opções de habitação disponíveis e caberá a você escolher aquela que melhor se encaixe às suas necessidades.

Comprar ou alugar?

Pense no assunto como pensaria se estivesse no Brasil. Comprar valerá a pena somente se você tiver certeza plena da sua estadia a longo prazo ou permanente na Nova Zelândia. Dificilmente você perderá dinheiro ao comprar um imóvel, já que eles tendem a se valorizar naturalmente com o passar do tempo, porém, devido ao montante envolvido, pense com cuidado.

Onde morar?

O tipo de moradia irá influenciar quase totalmente em sua qualidade de habitação e no preço que você irá pagar, portanto, entender bem sobre o assunto poderá trazer muitos benefícios à você.

Casas: Não há muito o que explicar sobre casas. Os parâmetros são os mesmos do Brasil, com a diferença que o aluguel, via de regra, será pago semanalmente e não mensalmente.

Studios: Os studios são como as 'kitnets' no Brasil. Geralmente menores, com 2 ou 3 cômodos. Costumam ser mais baratas e uma excelente opção para quem não gosta de dividir moradia mas não quer gastar muito.

Apartamentos: Mais facilmente encontrados em cidades maiores, podem proporcionar economia, conforto e uma boa localização na cidade.

Flatmates/Compartilhadas: São basicamente residências compartilhadas. Na Nova Zelândia é muito comum a moradia compartilhada. Caso você não se incomode de morar com outras pessoas, essa pode ser uma excelente opção para economizar sem abrir mão do conforto.

Água, energia, gás...

Em algumas cidades você não precisará se preocupar com a conta de água, e por vezes ela também será tratada e chegará em sua torneira já pronta para o consumo.

Hoje existem 35 companhias fornecedoras de energia elétrica e o preço, bem como os próprios serviços poderão variar de acordo com a companhia que você vir a escolher.

O fornecimento de gás poderá ser encanado em algumas cidades e localizações, onde você pagará a sua conta como fará com a de energia, e em outros locais o gás poderá ser fornecido em botijões, como no Brasil.

Os serviços de internet na Nova Zelândia parecem muito com os do Brasil, inclusive com contratos de fidelidade e diferentes preços de pacotes. Existem hoje cerca de 117 companhias provedoras de internet no país, então vale a pena estudar bem as propostas de prestação de serviços antes de efetivar a sua contratação.

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseSpanish