O que você pretende fazer?

VISITAR
TRABALHAR
ESTUDAR
FICAR COM A FAMÍLIA
VIVER E MORAR
EMPREENDER

Algumas dúvidas comuns...

Sim, você precisará de um visto para entrar na Nova Zelândia, porém, caso você esteja indo a visita, como resultado de um acordo diplomático bilateral entre o Brasil e o governo neozelandês, o seu visto será concedido diretamente no aeroporto, após o seu desembarque, sem a necessidade de solicitá-lo de forma antecipada.

Não. Caso a imigração constate que você está exercendo atividades de trabalho sem o visto adequado, poderá deportá-lo imediatamente e restringir a sua volta ao país por um determinado período de tempo.

Sim, você poderá trabalhar em uma jornada de até 20 horas semanais concomitantemente com a realização do seu curso.

Recomenda-se possuir o mínimo equivalente a N$ 1.250,00 para cada mês que você pretende ficar no país a turismo ou estudo, com exceção do Working Holiday Visa, cujo valor recomendado é o equivalente a N$ 4.200,00 para a duração total do visto (12 meses). É importante deixar claro que a imigração poderá pedir para que você prove a existência desse dinheiro no momento da sua entrada no país, e você poderá fazer isso através dos métodos convencionais, como a apresentação de extratos bancários, cartões de crédito internacionais, cartões pré-pagos, travelers checks e dinheiro em espécie.

Os Immigration Advisers são profissionais credenciados pelo governo neozelandês para prover consultoria e assessoria especializada na obtenção de vistos e processos de imigração, enquanto Immigration Lawyers são advogados especializados nos processos de visto e imigração e também poderão prestar serviços de consultoria sobre o assunto.

A maioria dos vistos pode ser aplicado online, sem a necessidade de formulários de papel, porém, há algumas exeções, portanto, se você está prestes a aplicar para um visto, o ideal que é você se informe especificamente sobre as formas e modelos disponíveis.

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseSpanish